segunda-feira, 26 de março de 2012

Tinkerbell-Jogos dos Refúgio dasFadas



A proposta da franquia Disney Fadas era lançar um longa-metragem por ano, porém, esse ano, os fãs foram surpreendidos com a notícia do adiamento do quarto filme, “O Mistério das Asas”, para 2012 e, no lugar, o lançamento de um especial chamado “Pixie Hollow Games”.
Desde 2008, o DisneyToon Studios estava desenvolvendo “Pixie Hollow Games” como longa, mas Bradley Raymond – diretor e roteirista – precisou encurtar o tempo de duração para 22 minutos, e manter a mesma qualidade das outras produções, para ser exibido primeiro no Disney Channel, ao invés do lançamento direto em Home Video, como os outros.
“Tenho que admitir, estava preocupado com isso. Inicialmente, não sabia como espremer toda a estória de “Pixie Hollow Games” na nova duração. Mas John Lasseter deu uma grande sugestão. Assistir a “Dumbo”,” disse Bradley.

O motivo da escolha de “Dumbo” foi, segundo Bradley, por ser um exemplo de narrativa econômica.  “Acredite ou não, “Dumbo” só possui 64 minutos, mas, enquanto você o está assistindo, não fica pensando como ele é curto, e sim como a trama é divertida e eficaz. Não há enrolações, todas as cenas movem o filme para frente. O público assiste só ao que precisa.”
Com isso em mente, Raymond e Jeff Howard escreveram o roteiro do primeiro conto de esportes das fadas. “Havia algumas partes da experiência de praticar esportes que queria colocar. Queria que quem assistisse experimentasse a sensação de sair de um túnel e entrar no campo, cercado pelos gritos dos torcedores. Isso era um grande desafio técnico, especialmente para a parte de som, mas nossa produtora Helen Kalafatic descobriu um modo de fazer isso acontecer.”

Helen também apoiou a decisão de ser a primeira produção da franquia não estrelada por Tinker Bell. “Quis fazer esse especial centrado em Rosetta, a mais feminina das fadas. Obviamente, ela é a que possui menos experiência com esportes. Por isso, achei que ela seria perfeita para apresentar ao público do Disney Channel o mundo da competição atlética. Assim eles podem se juntar à jornada de Rosetta, saindo de sua zona de conforto para se tornar uma competidora,” explicou Bradley. O diretor também foi influenciado pela aversão à sujeira de Rosetta, já mostrada anteriormente.
“Nós tivemos uma grande reação positiva dos fãs do momento em que Rosetta revela não gostar de lama, em “Tinker Bell e o Resgate da Fada”. Por isso, sabia que tinha que voltar a essa peculiaridade dela. Então, como estávamos escolhendo as atividades esportivas para o especial, insisti que colocássemos algumas envolvendo lodo e sujeira. Para conseguir algumas risadas através da irritação de Rosetta por se sujar e ficar suada. E mais tarde – na mesma estória – poderíamos ver que essa fobia é um drama real da personagem. E para se tornar uma competidora, ela teria que enfrentar esses medos e supera-los.”

“De uma maneira estranha, você tem que entender que esse projeto é muito pessoal para mim. Minha mãe me ensinou a amar os esportes, era ela que me tirava da escola para que pudéssemos assistir aos jogos dos Broncos de Denver,” explicou. “Portanto, estar envolvido na criação de algo que possa entusiasmar as crianças em relação ao mundo dos esportes, saindo de sua zona de conforto e competir como atletas… Bem, me sinto dando continuidade ao que minha mãe começou.”
Pixie Hollow Games” estreou em 20 de Novembro, no Disney Channel dos Estados Unidos, como animação número #1 da semana da televisão por assinatura. “O Mistério das Asas” será lançado no próximo ano. Não há informações concretas sobre os lançamentos de ambos no Brasil.


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário